Friday, January 19, 2007

China as a Space Player

"China successfully carried out its first test of an antisatellite weapon last week, signaling its resolve to play a major role in military space activities and bringing expressions of concern from Washington and other capitals, the Bush administration said yesterday."

Flexing muscle, China destroys satellite in test, no IHT.

6 comments:

Sérgio said...

Na espuma dos quês, dos comos e dos porquês, surge desde logo uma ideia:para um poder cuja política externa se preocupa tanto em disseminar a mensagem de que se trata de um poder, sim, mas de um poder que pretende crescer de modo pacífico e não ameaçador, convenhamos que esta não será a maneira mais sensata de fazer sustentar essa perspectiva e de convencer os restantes poderes da boa vontade chinesa.

Eastend Gangster said...

Depois de destruirem um satélite (chinês) que estava no espaço, obviamente testando uma situação que no caso de guerra será estratégica, alguem duvida que a China queira ser uma superpotência militar?

JCM - Ma Tin Long said...

Sim, de facto, este ensaio contradiz a retórica da emegência pacífica. A modernização das forças armadas -Exército Popular de Libertação - é inevitável e imparável. O teste em questão tem uma agravante: Pequim tem condenado sistematicamente as tentativas norte-americanas de militarização do espaço.

Obrigado pelos comentários.

Daniel said...

Uma tese que de repente queima nas mãos.

Ou uma prova de coisa outra, maior ainda?

Peço desculpa, hoje estou um pouco pecúnio e, portanto, só me ocorre que há negócio "à séria" meninos!!
Temos amigos + tecnologia disponível + vontade...e agora sabemos o porquê de tão longo périplo em Fevereiro.

O que eu não dava para saber, além do "porquê oportuno", o "porquê finalístico", acham que o "como" vai ajudar a fixar?

Daniel said...
This comment has been removed by the author.
Daniel said...

(In 2004, Mr. Bush proposed sending humans to Mars, a plan that even Republican strategists mock today.)

A today merely rhetorical, as we speak;)

for full context, see NYT: "Speechwriters for Bush Seek Perfect Pitch"